Ensaios da Vida

       Ensaiar ou Viver? Viver ou Ensaiar?

por Maristela Porto

Há quem diga que a vida depende do destino, outros dizem que a vida depende dos designios de uma força Maior- Deus.

Outros ainda colocam a vida como um imenso precipicio onde é voce que coloca seu pé ou não, no abismo.

Cair desse abismo seria outro problema.

Até onde seria verdadeiro tudo isso?

Milhões de estudos existem  em toda história da  Humanidade e, cada um quer seu pedaço de verdade nessa história. Agora, conversando entre nós, sem que ninguem nos ouça, me diga, de verdade…o que voce acha de tudo isso?

– Voce vive acreditando que voce pode fazer acontecer
– Voce vive esperando algo acontecer
– Ou voce vive apenas por viver?

Se precisar de estímulo para pensar te darei um…se voce é responsavel por tudo que te acontece, porque voce faz maldades com voce?

Outro estímulo…se Deus que comanda a vida de todos, porque uns possuem acontecimentos muito bons e outros não? E há quem leve uma vida toda  meio morna sem parecer ter objetivos ou nada a cumprir, ou parece que veio viver uma vida de férias…

Mais um estímulo, se tudo é movido por destino, porque alguns de nós fica do lado errado da vida?

Ao pedir a Deus força na luta diária, talvez fosse necessário esquecer a palavra luta, ou não?

Porque pensando bem, se voce pede força na luta, significa que já existe uma luta constante ou voce já quer iniciar seu dia, seus ciclos lutando e tem mais, se lutar, alguem vai ter que vencer.

É esse gosto amargo que voce sente quando algo ruim te acontece? voce perdeu mais uma luta?

Isso é para se pensar…

Bom Domingo!

 

Anúncios

#a-vida-e-destino, #deus-da-tudo, #forca-e-coragem, #forca-na-vida, #forca-nas-lutas, #luta-diaria, #tudo-depende-de-voce, #viver, #voce-que-e-responsavel

SALMO 23 escrito pelo Rei Davi

[Salmo de Davi] – SALMO 23

por Maristela Porto

 

 O SENHOR é o meu pastor, nada me faltará.

Deitar-me faz em verdes pastos, guia-me mansamente a águas tranqüilas.

Refrigera a minha alma; guia-me pelas veredas da justiça, por amor do seu nome.

Ainda que eu andasse pelo vale da sombra da morte, não temeria mal algum, porque tu estás comigo; a tua vara e o teu cajado me consolam.

Preparas uma mesa perante mim na presença dos meus inimigos, unges a minha cabeça com óleo, o meu cálice transborda.

Certamente que a bondade e a misericórdia me seguirão todos os dias da minha vida; e habitarei na casa do SENHOR por longos dias.

 

#baculo, #cajado, #meu-pastor, #ovelhas, #refrigera-minha-alma, #senhor, #verdes-pastos

Refrigera Minha Alma (entendimento do Salmo 23)

                         REFRIGERA MINHA ALMA (Rei Davi)

 Por Maristela Porto

Nas profundas e muitas vezes secretas ou obscuras linhas da alma, eu me sinto como se a alma estivesse solta ao mundo. Presença dos símbolos ajudam a enquadrar um horizonte que falam de pastores que pastoreiam as ovelhas e cuidam do seu alimento, sua quietude e sua vida.

 Recorrem ao abrigo quando surge o perigo e assim os ruídos dos ventos fortes serem amenizados até sumirem pelos caminhos e outros vozerios se acomodarem.

Essa condição que o pastor me “pastoreia”, abriga-me, dá conforto até perceber que o encontro com o vale, com os montes é diário, é constante e as minhas condições nem sempre são seguras…até onde eu percebo a Sua Mão cuidando de todo coletivo da Humanidade, sendo que tudo depende do meu inconsciente superior formando mensagens com o meu intelecto? Até onde detecto isso e sei que nada me faltará sob os pastos verdejantes que dá plenitude a seus filhos?

Se Ele me conduz às águas do descanso, essa mesma água que constitui o meu ser, que me purifica, que me ajudou a crescer no ventre materno, então, esse símbolo água é meu entendimento, minha alegria, minha sabedoria. É o ele que preciso para levar meu inconsciente ao meu consciente.

  É a Sua intenção me dizer do meu deleite como unção proveitosa de seus frutos. Sei que na verdade Ele me quer dizer que se estiver no vale escuro das sombras (esse lugar que representa incertezas, dúvidas, dores e até o esquecimento de mim mesma) e da materialidade do meu ego, mesmo assim, Ele aí estará.

 Que chegar incólume ao meu destino é certo e seguro se eu confiar e acertar o compasso do meu passo às Seus passos. Refrigera minha alma e me coloca unido na mais perfeita condição do místico a Ele, estar unido e com a alma capaz de ter a consciência aumentada e ser capaz de ouvir o silêncio.

Porque na minha serenidade estarei ouvindo meu silêncio interno… Quando o Salmo me diz que Ele me dá o báculo e o cajado, entendo como minha defesa precisa disso, porque o báculo em forma de gancho ajuda a segurar mais firme e o cajado ao apoio.

A referência à mesa é a fartura que tenho o banquete a mim proporcionado para que eu aceite seus convite de amor (Lucas cita que muitos são convidados, mas nem todos aceitam o convite).

Irei com certeza ter o óleo e a taça que representam a luz e a pureza, quando eu tiver processado isso dentro de mim de forma sem egoísmo e sem escuridão nenhuma.

Tenho no óleo a benção da luz, da pureza e da prosperidade e na taça que significa meu coração, tenho o poder, a glória e a benção de que preciso na vida, que sempre estarão ao meu alcance bastando estender a mão para recebê-las. Receberei abundância e júbilo.

A imagem do meu coração satisfeito (taça) transbordando a conotação que me vem será sempre do cálice transbordando em amor e assim será feito (essa é a vontade Dele para com toda Humanidade).

Nada me faltará porque a casa do Senhor é a minha consciência definitiva em ser um ser por inteiro com minhas condições psíquicas, mentais, emocionais que me limitam deixando de ser só transitória e terrena e possa enxergar esse amor infinito e eterno.

                                                                                                  LINHO

Descrição de uma alma sobre o Salmo 23 (escrito pelo Rei Davi).

#a-morada-interna, #a-taca, #o-oleo, #o-corcao, #o-inconsciente-e-o-consciente, #pastor-e-suas-ovelhas, #refrigera-minha-alma, #rei-davi, #salmo-23

COLOCAR A RAIVA À MOSTRA

Por Maristela Porto

O Fogo ou a chama interna nos momentos de raiva ascende de forma assutadora fazendo com que a sensação de “queimação” seja sentida pelo organismo, principalmente pelo estômago ou na cólera que enfurece e cega fazendo com que muitas vezes se fale ou faça coisas que mais tarde serão tarde de consertar, como a palavra…

Falei sobre a raiva nesse blog. Algumas pessoas questionaram que o que sentiam não era raiva e deram vários outros nomes a sua própria raiva.

O que aprendemos na infância foi não sentir raiva, inveja e nem tampouco ódio de ninguém, por isso nos tornamos, muitas vezes, pessoas que escondem as suas emoções.

É fácil as pessoas dizerem não sinta isso, mas quando a gente isso e não consegue se desfazer desses pensamentos, faz o que?

Aí está o grande problema, se alguém me magoou profundamente, me faz perder a direção de mim mesma ou se perdi algo ou alguém importante na vida, ou se até mesmo não tenho aquele bem material que eu tanto desejei o que faço com minha frustração?

Falo pra ela, sai, esse lugar não te pertence e ela vai sair assim sem nenhum esforço?

Bom, isso é demagogia, utopia e tudo mais. Isso simplesmente não existe.

As emoções comandam nossa vida junto com os sentimentos que vão ser descarregados de forma suave ou violenta no corpo de acordo com cada uma. E aí?

Sabemos que nome destes três elementos que são:

–  o meu querendo ver a situação;

– o meu eu vendo a situação no ponto de fuga (como se quisesse fugir do que esta vendo);

– e o conjunto de coisas, sentimentos (meus e minhas).

 Como a gente dá nome a quase tudo como meu e quer conservar isso com toda raiva que se possa agüentar para que aquilo não saia de perto, mas que não queremos perder.

Por exemplo, você tem uma casa que nem gosta muito, mas, basta uma situação que possa haver a possibilidade de perder o bem, pronto, a raiva invade e muitas vezes não se pensa que nem sempre aquele bem foi tão bom assim.

O desejo do ter interferiu e a gente se mostra até mesquinho colocando o peso das decisões e situações nas pessoas, em Deus, na vida, no destino, mas, nunca em nós mesmos.

É comum alguém falar, eu tenho raiva de mim mesmo(a) por não ter conseguido fazer isso ou aquilo, isso significa ter sido forte? Tem como a gente fazer algo para tentar mudar isso em nós? O que fazer? E como fazer para não culpar mais ninguém nem mesmo Deus?

 No próximo vou falar da Individualidade…

Continua…

#a-raiva-contida, #a-raiva-sentida, #colocar-a-culpa-da-raiva, #colocar-a-culpa-da-raiva-nos-outros, #em-deus, #o-que-a-raiva-faz-com-a-chama-interna, #o-sentimento-do-meu-e-minhas-coisas, #ser-forte

Aprendizagem na Vida- Minha Primeira Lição

PRIMEIRA LIÇÃO

 Por Maristela Porto

O primeiro e imediato contato com a aprendizagem na vida requer muita conscientização. Quando nos dispomos a tentar evolui um pouco mais a primeira lição que se apresenta é a consciência dessa vida e o que se pode realizar nela.

Pensando bem intensamente e tentando o pensamento claro e objetivo, o que é estar consciente e realizar o grau de poder de realização que se tem à mão?

Você já pensou nisso? A vida não é só seguir em frente? Não fazer mal a ninguém e viver honesta e pacificamente?

Você sabe de verdade quais os poderes que você tem para viver, evoluir, crescer e ter consciência disso?

Isso dá muito que pensar.

O grande esforço que temos na vida é viver em harmonia em pelo menos três planos da vida. O plano físico desse corpo que nos é visível, que se alimenta que tem desejos e anseios, que sente as dores da alma (porque o corpo em si, matéria é apenas o visível do que temos na mente e nas emoções).

Quer ver um exemplo? Quando a gente se decepciona com uma pessoa e isso dá uma tristeza imensa na sua alma.

Nesse momento a sensação é tão forte que não dá para disfarçar e a gente acaba mostrando nos olhos o que se sentiu na alma. Por isso falam que os olhos são a janela da alma.

As crianças são puras e claras para mostrar isso.

Já se sabe que criança não mente. Na verdade, criança mostra sua alma com muito maior vigor e beleza, o que nós, adultos escondemos ou tentamos esconder. Na verdade, é muito difícil esconder algo que grita dentro da gente.

O ser humano é um complexo de eus que agem de uma forma única estando assim a pessoa completamente individualizada agindo e reagindo de uma forma diferente dependendo do seu mundo de relacionamentos.

Ao se viver na solidão de um mundo que funciona pelos “meus, minhas” a pessoa vai acumulando a angustia constante de querer ser e isso leva a muitas direções o que provoca inúmeras insatisfações e, o mais terrível de todos, um mundo de contradições.

Sair da solidão produzida por essa multiplicidade de seres dentro de nós que aprisiona e faz com que mudemos a cada momento sem perceber que isso são mascaras.

 

 

#aprender-a-viver, #consciencia-em-viver, #os-meus-e-minhas, #poderes-para-viver, #primeira-licao, #solidao

O Que Eu Uso Do Que Aprendi?

por Maristela Porto

As vezes paramos e pensamos em coisas que acontecem na vida que nos deixam assustados. Eu tenho pensado em coisas que me deixam em cabelo em pé. O que eu fiz do que aprendi  na vida comigo mesma? Na ânsia de descobri muita coisa fui em busca de leituras espiritualistas que me informassem o que Deus, ou quem é Deus. Aprendi algo com isso…?

As descobertas foram muito boas na medida que eu refiz meu ideal de conhecimento, e pude entender que saber está longe de saber…porque eu posso saber de algumas coisas contanto que elas levem algo produtivo para meu viver.

Descobrir coisas que me deixavam fascinada nos momentos de conflitos na vida como ter a nítida sensação de ter sido carregada no colo…mas é dificil admitir isso.

Comecei a ficar em muitos momentos consciente demais,  e em outros, como se buscasse a mão que me guiou e segurasse forte na minha mão novamente e me re- ensinasse a andar no estilo correto da vida.

Hoje, eu percebo que eu posso me re-conduzir no caminho.

Claro que terei que podar as árvores do meu caminho. Elas cresceram e eu não vi. Por isso percebo agora que alguns galhos me ferem os olhos.

Percebo no caminho as pedras…que pedras são essas? ahh…são as pedras que retirei do rio, elas eram seixos, redondas e lisas mas, o tempo e o calor de minhas emoções e do meu suor deixou-as pontiagudas sob meus pés.

A areia que eu trouxe de deserto nos momentos de desencontros são levadas ao meu corpo pelo vento que eu formo quando faço alvoriçar tudo ao meu redor. Aí, elas levantam poeira e me chicoteiam na alma para mostrar que o dominio é meu, basta não formar o vento.

Se eu em meus conflitos internos ou externo levantar a nuvem de poeira ela me cega e me bate, e eu, inerte só posso pensar em deixar a poeira passar…

Mas, estou viva, consciente e segura da minha insegurança e sensatez,  e a única coisa possivel a fazer, é viver…

 

 

#a-nuvem-de-areia-que-formo-quando-meus-pensamentos-viram-deserto, #conflitos-internosdeixar-a-poeira-passar, #conflitos-na-vida, #na-ansia-de-descobrir-deus, #pensar-na-vida

O que é Prudência?

                                          PARTE II

por Maristela Porto

Nas Parábolas há uma máxima: Jesus disse – a prudência seria como o homem sensato que construiu sua casa sobre a rocha e com as chuvas sua casa permanece intacta.

O homem insensato é o que constrói sua casa na areia e com a chuva ela ruiu…a se pensar!

E as serpentes como símbolo de prudência?

A serpente é considerada traiçoeira e sem nenhum sentido positivo e leva ao sentido de sedução.

A serpente está representando a sedução de Eva onde se liga a cultura androcêntrica e antifeminista até os dias de hoje.

Serpente e demônios combatidos na mulher. Mas, há a serpente e a pomba.

Na mitologia grega a pomba é o animal simbólico de Afrodite (deusa da beleza) e teologicamente falando é o Espírito. Jesus falou então o animal da terra e o Espírito em unicidade? A mitologia ainda fala da serpente contendo o símbolo do Si na cabeça e que seria representante de uma divindade chamada Mag.

No oriente a serpente é símbolo de sabedoria (SI, self).

Quando como mão terra desempenha o papel negativo que representa a força estimulante que impede a força do desenvolvimento. São então, os dois sentidos ambivalência em sentido negativo e sentido positivo.

Jung chama a esse valor de símbolo primitivo ambivalente e diz que essas imagens estão na alma de todos os homens, pois são precipitações de experiências psíquicas em situações humanas. È para se pensar o que Jesus diz a seguir: Um homem bom tira o bem do tesouro do seu coração assim como o homem mau tira o mal do seu coração.

É fácil entender que a serpente aqui representa os arquétipos “bons ou maus” da alma humana.

A imagem e o olhar em conjunto da serpente e da pomba no Oriente, misturam o inconsciente coletivo sobre a imagem do homem sobre a mulher.

 

#e-o-mal-que-vem-de-dentro, #nag, #o-bom-e-o-que-tem-no-seu-coracao, #serpentes-e-pombas