Conjunção de Planetas e os Reis Magos

“Em 12 de agosto do ano 3 a.C., ocorreu uma conjunção muito luminosa dos planetas Júpiter e Vênus na constelação do Leão

Por Maristela Porto

Segundo o Evangelho de São Mateus um objeto celeste serviu para guiar os Reis Magos do leste.  Os Magos a que a Bíblia se refere eram os sábios instrutores e altos representantes das grandes academias e escolas místicas do Oriente. Só se dava o título de Mago àqueles que houvessem recebido a iniciação superior nos mistérios da escola e demonstrado ser mestre em artes e ciências e ser misticamente evoluído.

Reis, potentados e pessoas cultas de todas as terras consultavam os Magos não só a respeito de questões de Astrologia, ou Astronomia, mas de História, Medicina, leis naturais, leis espirituais e inúmeros outros assuntos que exigiam profundidade de pensamento e extraordinária sabedoria.

 

Eram os grandes oráculos dos eruditos. De acordo com a tradição cristã uma estrela muito brilhante cruzou os céus do Oriente espalhando a notícia do nascimento do Menino Jesus e guiou os Três Magos até o local de seu nascimento. Os Magos traziam consigo oferendas de ouro, incenso e mirra. Era crença comum entre os Magos, os astrólogos, os caldeus e os místicos dos países orientais da antiguidade, que quando um cometa aparecia no firmamento era sinal de que estava para nascer um líder, ou grande Avatar, que se tornaria um Salvador ou Redentor da Humanidade.

Anúncios

#conjuncao-de-planetas, #estrela-de-belem, #sirius, #sol-e-as-tres-estrelas, #tres-reis-magos